fevereiro 10, 2017

a casa (V)



como carvão que se ateia na casa

lume em silêncio, tão
ténue como a chama da vela acesa

no veio, na voz, na terra

no afluente
que se desfaz, intermitente,
no arco da mão escrevia:

esta casa é o fragmento
o alicerce saliente, o que sobra

da matéria do tempo.


Fevereiro 2017.08

Sem comentários: